31 de outubro de 2008

Planetas e estrelas representados à escala

Este conjunto de imagens demonstra bastante bem a dimensão relativa entre os planetas do Sistema solar, o Sol e outras estrelas de muito maior dimensão. Algumas são tão grandes que, comparado com elas, o nosso Sol não é mais do que um pontinho do ecrã. Este assunto também já foi abordado neste post.





Algumas destas estrelas são gigantes vermelhas e mesmo supergigantes vermelhas. Procura no portal de física da Wikipédia pelos seus nomes (arcturus, pollux, sirius, betelgeuse, rigel, aldebaran, antares) para obteres mais informações, tais como: distância ao Sol em anos-luz ou parsecs, diâmetro, temperatura, tipo de estrela, constelação...

Novo mineral mostra que Marte teve água em estado líquido durante mais mil milhões de anos

"A NASA descobriu que Marte teve água em estado líquido durante mais mil milhões de anos do que se julgava. A sonda “Mars Reconnaissance Orbiter” (MRO), que orbita o planeta vermelho para estudar a sua geologia, descobriu a existência de opala, um mineral formado a partir de silício e que necessita de água em estado líquido para existir. Esta extensão de tempo aumenta as possibilidades de ter existido vida em Marte." (retirado do Público online, 29 de Outubro de 2008) Ler mais no Público

Na imagem, a camada mais clara é a que tem os silicatos hidratados.

29 de outubro de 2008

Informação recebida do Observatório Astronómico de Lisboa

Observatório Astronómico de Lisboa
Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

O Observatório Astronómico de Lisboa (OAL) promove Palestras públicas mensais que têm lugar no Edifício Central, pelas 21h30 da última sexta-feira de cada mês.

A próxima sessão decorrerá no dia 31 de Outubro e terá como tema: "À procura de outros planetas: quantas terras existem na nossa Galáxia?", Doutor Nuno Santos. CAUP

Nesta palestra vamos rever alguns dos principais resultados da procura e estudo de planetas extra-solares. Partindo dos resultados observacionais, complementados com estudos teóricos, vamos em seguida tentar perceber quantas estrelas de tipo solar têm planetas de tipo terrestre em órbita. A partir daí podemos estimar grosseiramente o número de planetas que orbitam estrelas da nossa galáxia e que podem ter desenvolvido vida.

VIDEODIFUSÃO DA PALESTRA PÚBLICA
Como vem sendo hábito anunciamos que o OAL fará a transmissão da sua Palestra Mensal através da Internet. No dia 31 de Outubro a partir das 21h30 visite o seguinte endereço: http://live.fccn.pt/oal/
No final de cada palestra, e caso o estado do tempo o permita, fazem-se observações dos corpos celestes com telescópio. Convida-se o público a trazer os seus binóculos ou mesmo pequenos telescópios caso queiram realizar as suas próprias observações ou ser ajudados com o seu funcionamento. Para mais informações use o telefone 213616730, ou consulte: http://www.oal.ul.pt/palestras

28 de outubro de 2008

Movimentos uniformemente variados: Viagem ao centro da Terra

Este vídeo mostra o que aconteceria se caíssemos por um buraco direitos ao centro da Terra. Esta é a versão cientificamente correcta, muito longe da versão de Júlio Verne que inspirou inúmeros filmes, inclusive o recentíssimo Viagem ao centro da Terra. Uma das vantagens que um bom domínio das ciências nos dá, é sermos capazes de distinguir o que é possível, ou impossível, no meio de tudo aquilo que temos possibilidade de ver ou ler. Em pleno século XXI e a todos os níveis, é cada vez mais verdadeira a frase: «Conhecimento é poder». O poder de entender o mundo à nossa volta, de fazer escolhas acertadas e de não cair em contos do vigário, por exemplo. Mais tarde ou mais cedo, a falta de conhecimento sai sempre caro.



Já agora, queres saber exactamente onde ficaria a saída do túnel que começasses a escavar, ou seja, os teus antípodas? Consulta a seguinte imagem (encontrada aqui). Nota: os antípodas estão a vermelho.
Pois é, sairíamos em pleno oceano mas, com alguma sorte, talvez conseguíssemos nadar até à ilha mais perto. Alguém sabe o nome desse oceano e dessa ilha?

27 de outubro de 2008

Distância percorrida e deslocamento na visita de estudo de hoje

Este post é para o pessoal que foi à visita e quer saber, afinal, quanto andou. Por outro lado, não sei do que se queixam. O deslocamento até foi zero!

Na imagem da esquerda está representado a trajectória e a respectiva distância percorrida, na primeira parte do percurso. De facto, até nem foi um trajecto muito sinuoso.

Na imagem de baixo temos a trajectória e a respectiva distância percorrida na segunda parte do percurso.

Podes carregar nas imagens para as veres com maior tamanho.

Imagens obtidas com o Google Earth.
















Ora bem, no total, isto ida e volta ainda foi uma distância apreciável mas, como já sabemos, o deslocamento nem por isso.

26 de outubro de 2008

Ácido-Base: Reacções de neutralização

Os seguintes vídeos tentam demonstrar o que são reacções de neutralização. Analisa-os com atenção e responde às questões. Vai ser necessário vê-los mais do que uma vez e podes sempre utilizar a barra de controlo para voltar a trás. O software que utilizei para a animação foi, mais uma vez, o Crocodile Chemistry. A imagem à esquerda tem como objectivo saber quais os reagentes utilizados pois, nos vídeos, estão em inglês.

A representação tridimensional permite entender melhor o que está a decorrer entre os reagentes. Analisa-a com atenção.

Vídeo 1 - Reacção entre o hidróxido de potássio e o ácido nítrico.
video

Vídeo 2 -
Reacção entre o hidróxido de sódio e o ácido clorídrico.
video

Questões (a lista poderá crescer):
Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões, leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas. Não serão publicados respostas ou comentários sem identificação.

1) O que é uma reacção de neutralização? Que produtos de reacção se obtêm?
2) Qual o nome do sal formado no primeiro vídeo? Relaciona esse nome com o nome dos reagentes utilizados.
3) Qual o nome do sal formado no segundo vídeo? Relaciona esse nome com o nome dos reagentes utilizados.
4) Escreve todas as 6 possíveis equações (de palavras) de neutralização que é possível obter com os reagentes indicados na imagem. (Duas delas já aparecem nos vídeos).
5) Sendo assim, quais os 6 sais que é possível obter com os reagentes indicados na figura?
6) Se necessitássemos do sal nitrato de cálcio no laboratório e este estivesse esgotado, que reacção poderias executar, sabendo que tinhas à disposição qualquer ácido e base de que necessitasses? Escreve a equação de palavras que descreve essa reacção.
7) E se pretendesses obter sulfato de magnésio? Escreve a equação de palavras que descreve essa reacção.
Bom trabalho!

25 de outubro de 2008

Estudo do movimento: Gráficos aceleração-tempo

O seguinte vídeo mostra a representação gráfica do valor da componente horizontal da velocidade e também da componente horizontal da aceleração de um autocarro ao longo do tempo. Analisa-o com atenção e, com a ajuda da imagem que está mais abaixo, responde às questões. Mais uma vez, o software que utilizei para a animação foi o Crocodile Physics. NOTA: É importante não esquecer que o sinal da aceleração apenas nos indica o sentido em que está a ser exercida. Sendo assim, um valor de aceleração de -2 m/s2 é superior a -1m/s2.
 

Questões (a lista poderá crescer): Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões, leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas. Não serão publicados respostas ou comentários sem identificação.

1) Quando a velocidade não se alterou, qual o valor da componente horizontal da aceleração?
2) Quando a velocidade aumentou, qual o sinal da componente horizontal da aceleração?
3) Quando a velocidade diminui, qual o sinal da componente horizontal da aceleração?
4) No dia-a-dia, o intervalo 5 corresponde a uma ____?______. Não significa que o autocarro está a "andar para trás", mas sim que está a deslocar-se mais ______?______.
5) Por que razão, mesmo sem ver o vídeo, é possível afirmar, pela análise do gráfico, que o autocarro nunca inverteu o sentido?
6) No gráfico v(t), a velocidade quando variou, foi de forma uniforme? Porquê?
7) Quanto ____?______ a inclinação da curva no gráfico v(t), ____?_____ a aceleração.
8) Anulada
9) Classifica, justificando, os movimentos nos intervalos 1 a 5.
10) Faz um cálculo, tão correcto quanto o gráfico te permita, do valor do deslocamento realizado pelo autocarro. Será igual à distância percorrida? Porquê?
Bom trabalho!

E agora um pouco de humor (com alguma física à mistura)

Movimento rectilíneo uniformemente variado

Este pequeno vídeo mostra que gráficos posição-tempo, velocidade-tempo e aceleração-tempo se obtêm quando uma bola é atirada na vertical no sentido ascendente. É útil analisar com atenção os gráficos durante a subida e descida e perceber as diferenças. NOTA: É importante não esquecer que o sinal da velocidade apenas nos indica o sentido. Sendo assim, um corpo com valor de velocidade de -2 m/s está a deslocar-se mais rapidamente do que se tiver um valor de velocidade de -1m/s.

Já a imagem à direita mostra-nos o que acontece quando largamos dois objectos de massas bastante diferentes da mesma altura e ao mesmo tempo.
Questões (a lista poderá crescer): Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas. Não serão publicados respostas ou comentários sem identificação.

1- Caracteriza o movimento da bola no sentido ascendente.
2- Caracteriza o movimento da bola no sentido descendente.
3- No gráfico posição-tempo, o máximo da curva corresponde a que valor de velocidade?
4- A aceleração alguma vez mudou? Que nome damos a esta aceleração? Qual o seu valor (médio) no nosso planeta?
5- O tempo de queda da bola será influenciado pela sua massa? Consulta. Quem o afirmou ou, pelo menos, demonstrou primeiramente?
6- Neste caso, em que momento a componente vertical da velocidade passou a ter um valor negativo?
7- Relaciona a curvatura que o gráfico posição-tempo apresenta durante a subida, com o valor que, no mesmo instante, a componente vertical da velocidade tem.
8- Relaciona a curvatura que o gráfico posição-tempo apresenta durante a descida, com o valor que, no mesmo instante, a componente vertical da velocidade tem.
9 - Sendo assim, quanto mais _____?______ a curva do gráfico posição-tempo, ____?____ a velocidade com que a bola se desloca.
10 - Qual o valor do deslocamento? E da velocidade média?
11- Se, na questão anterior, tivesse perguntado os valores da distância percorrida e da rapidez média as respostas seriam iguais? Porquê?
Bom trabalho!

20 de outubro de 2008

Movimentos variados

Estas imagens tentam demonstrar o modo como a posição varia com o tempo em movimentos variados. Neste tipo de fotografias, fotografia estroboscópica, o intervalo de tempo entre cada imagem é constante e no filme fica registado a posição em que, nesse momento, o corpo em movimento se encontrava.
Fotografia 1 - Queda de uma bola de basquetebol, o flash disparou 20x por segundo.
Fotografia 2 - Jogador de golfe durante a execução de uma tacada. ("Densmore Shute Bends the Shaft", (1938) de Harold E. Edgerton, fotógrafo americano, que desenvolveu o seu trabalho na fotografia estroboscópica, ou seja, acção cinética de alta velocidade)

Fotografia 3 - Bola de ténis de mesa a saltitar numa mesa.

Fotografia 4 - Jogador de ténis durante a execução de um serviço. (“Jogador de Ténis”, (1938) de Harold E. Edgerton)

Questões (a lista poderá crescer): Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas. Não serão publicados respostas ou comentários sem identificação.

1- Caracteriza o movimento da bola da figura 1. Justifica.
2- Caracteriza o movimento do taco de golfe desde o início do movimento até colidir com a bola. O que observas na imagem que te permitiu concluir isso?
3- Caracteriza o movimento do taco de golfe desde o momento em que colide com a bola até que pára. O que observas na imagem que te permitiu concluir isso?
4- Na fotografia da bola que saltita, em que parte(s) da sua trajectória ela se desloca mais rapidamente? Justifica.
5- Que conversões de energia estão a ocorrer na fotografia 3?
Bom trabalho!

19 de outubro de 2008

Ácido-Base: pH e indicadores

O seguinte vídeo tenta demonstrar o que é a escala de pH, o que são indicadores de pH e que comportamento têm perante soluções de várias substâncias de carácter químico diferente (ácidas, básicas ou neutras). Analisa-o com atenção e responde às questões. Vai ser necessário ver o vídeo mais do que uma vez e podes sempre utilizar a barra de controlo do vídeo para voltar a trás. O software que utilizei para a animação foi, mais uma vez, o Crocodile Chemistry. Para auxiliar os alunos que agora iniciam o estudo mais a sério da Química, aqui ficam algumas informações importantes:
- H2SO4 é a fórmula química do ácido sulfúrico;
- H3PO4 é a fórmula química do ácido fosfórico;
- HCl é a fórmula química do ácido clorídrico;
- NaOH é a fórmula química do hidróxido de sódio;
- NH3 é é a fórmula química do amoníaco. Esta substância é um gás à temperatura ambiente mas aqui está na realidade uma solução de amoníaco dissolvido em água a que chamamos solução de amónia;
- Litmus é o nosso conhecido azul de tornesol;
- C6H12O6 é a fórmula química da glucose (de certo que este nome não te é estranho, pesquisa);
- o M que surge nos frascos está relacionado com a concentração das soluções;



video

Questões (a lista poderá crescer): Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas. Não serão publicados respostas ou comentários sem identificação.

1) Quais os indicadores utilizados?
2) O que é um indicador?
3) A fenolftaleína tem sempre a mesma cor na presença de ácidos, bases ou soluções neutras? Justifica.
4) O azul de tornesol tem sempre a mesma cor na presença de ácidos, bases ou soluções neutras? Justifica.
5) Qual a vantagem da utilização do indicador universal?
6) Quantos meios foram utilizados para determinar o carácter químico das soluções testadas? Diz quais.
7) Para que serve a escala de pH?
8) Que valor(es) de pH têm as soluções ácidas? E as básicas? E as neutras?
9) Qual o outro termo que também significa básica(o)?
10) Qual o outro termo que significa o mesmo que basicidade?
11) Como classificas quanto à acidez ou basicidade a solução de amónia? Justifica.
12) Em que produtos que normalmente existem nas nossas casas é possível encontrar produtos com amónia? Qual o seu carácter químico?
13) A adição de glucose modificou o pH e, portanto, o carácter ácido, básico ou neutro que a água apresentava?
14) Classifica como ácida, básica ou neutra cada uma das soluções testadas.
15) Ordena por ordem crescente de acidez as soluções testadas.
16) Ordena por ordem crescente de basicidade as soluções testadas.
17) O que aconteceu ao pH da água à medida que se adicionava com a pipeta pequenas quantidades de ácido sulfúrico?
18) E quando se adicionou, gradualmente, hidróxido de sódio?
Actividade extra: pesquisa,
no portal de química da Wikipédia, os termos que encontraste ao realizar esta actividade. Podes encontrar o endereço aqui neste blogue. Vais ver que vais aprender muitas coisas novas e interessantes.
Bom trabalho!

Estudo do movimento: Gráficos velocidade-tempo

O seguinte vídeo mostra a representação gráfica do valor da componente horizontal da velocidade de um autocarro ao longo do tempo. Analisa-o com atenção e, com a ajuda da imagem que está mais abaixo, responde às questões. Mais uma vez, o software que utilizei para a animação foi o Crocodile Physics.
 


Questões: Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas.

1) Em que intervalo(s) o autocarro esteve parado? Justifica.
2) Em que intervalo(s) o autocarro se deslocou com movimento uniforme? Justifica.
3) Em que intervalo(s) o autocarro se deslocou com movimento variado? Justifica.
4) Podemos dizer que nesses intervalos a aceleração foi constante? Justifica.
5) Classifica então o movimento no(s) intervalo(s) que indicaste em 3. Justifica.
6) Em que intervalo o autocarro foi mais rápido?
7) Qual a relação ente o sinal da velocidade e o sentido do deslocamento?
8) Podemos afirmar que no intervalo 10 o autocarro estava a andar para trás? Porquê?
Bom trabalho.

18 de outubro de 2008

NASA vai lançar sonda IBEX para explorar os confins do sistema solar

"A NASA (agência espacial norte-americana) vai lançar amanhã a sonda IBEX que, durante dois anos, vai captar imagens e cartografar os misteriosos confins do nosso sistema solar onde começa, a dezenas de milhões de quilómetros da Terra, o espaço interstelar.
A IBEX (Interstellar Boundary Explorer), que será lançada entre as 18h48 e as 18h52, levará instrumentos que lhe permitirão captar imagens e criar a primeira cartografia daquela vasta zona de turbulências e de campos magnéticos.
“As regiões fronteiriças do espaço interstelar são consideradas o limite do sistema solar. São essenciais porque nos protegem da maioria dos raios galácticos mais perigosos”, explica David McComas, cientista responsável pela missão. “Sem aquelas zonas, esses raios entrariam na órbita terrestre, tornando os voos orbitais tripulados muito mais perigosos”, acrescentou." Ler mais no Público

16 de outubro de 2008

Descoberto planeta tão quente como algumas estrelas

"Uma bola gigante a escaldar e a alta velocidade. Uma equipa de astrónomos europeus descobriu um planeta que já bateu os recordes de temperatura e velocidade. Segundo a revista “New Scientist”, o WASP-12b é tão quente (2250 graus Celsius) como algumas estrelas e só demora um dia a completar a sua órbita. O “novo” exoplaneta tem uma massa 1,8 vezes maior do que a de Júpiter e está a uma distância bastante curta da sua estrela, o que explica a razão pela qual é tão quente. No entanto, este mesmo facto foi uma surpresa para a equipa de cientistas que descobriu o “novo” corpo, porque desafia os modelos de cálculo da proximidade dos planetas às suas “estrelas-mãe”." Continuação da notícia no Público
Obviamente que a imagem é apenas um belo fruto da imaginação de um artista e não uma imagem real.

12 de outubro de 2008

Visualização de reacções químicas


O seguinte vídeo mostra várias reacções químicas entre metais e o ácido clorídrico. Analisa-as com atenção e responde às questões. Vai ser necessário ver o vídeo mais do que uma vez e podes sempre utilizar a barra de controlo do vídeo para voltar a trás. O software que utilizei para a animação chama-se Crocodile Chemistry. Atenção: é preciso manter sempre presente que os átomos e moléculas não têm cor nem são esferas.

video

Questões (a lista poderá crescer): Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas.
Não serão publicadas respostas sem identificação.
  1. De todos os metais usados qual foi o mais reactivo?
  2. De todos os metais usados qual foi o menos reactivo?
  3. Escreve a equação de palavras e diz quais os produtos finais da reacção entre o zinco e o ácido clorídrico?
  4. Ainda na reacção entre o zinco e o ácido clorídrico, compara o que está a acontecer a nível atómico com o que está representado na equação química de palavras.
  5. A que se deve a cor com que ficou a solução quando foi utilizado o ferro?
Bom trabalho!

Estudo do movimento: Gráficos posição-tempo

O seguinte vídeo mostra a representação gráfica da posição de um autocarro ao longo do tempo. Analisa-o com atenção e, com a ajuda da imagem que está mais abaixo, responde às questões. O software que utilizei para a animação chama-se Crocodile Physics.

 
O eixo vertical (posição) tem como unidade o metro.

Questões: Responde no teu caderno e, quando tiveres as soluções, podes colocá-las aqui escrevendo um comentário. Antes de responderem ou colocarem questões leiam primeiro os comentários anteriores. Muitas vezes já foram correctamente respondidas e essas dúvidas esclarecidas.

1.  Os valores de velocidade que surgem no vídeo dizem respeito a velocidades médias ou velocidades
instantâneas? Justifica.
2.  Qual o valor do deslocamento e da distância?
3.  Qual o valor da velocidade média? Justifica.
4.  Calcula a rapidez média ao longo de todo o percurso.
5.  Qual o significado de uma velocidade com valor positivo?
6.  Qual o significado de uma velocidade com valor negativo?
7.  Qual a relação entre a inclinação da curva do gráfico e o valor da velocidade?
8.  Descreve o movimento nos intervalos 1 a 7.
9.  O que aconteceu de diferente nos intervalos 6 e 10 para que o aspecto do gráfico seja tão diferente?
10. Em que intervalos há aceleração?
11. Descreve o movimento nos intervalos 8 a 11.
12. Como ficaria a curva no intervalo 8 se, a meio do percurso, o autocarro começasse a travar? 

9 de outubro de 2008

Wikipédia: Portais de Física e de Química (em português)

Ao clicares na imagem seguinte serás direccionado para o portal de física da Wikipédia.


Ao clicares na imagem seguinte serás direccionado para o portal de química da Wikipédia.


Atenção: A navegação nestes dois portais prejudica gravemente a ignorância.

8 de outubro de 2008

O NOBEL DA QUÍMICA DE 2008

"O Nobel da Química de 2008, ontem divulgado em Estocolmo, premeia a descoberta e desenvolvimento da Proteína Fluorescente Verde (GFP, na sigla inglesa), instrumento com amplas aplicações na própria investigação científica. Os três investigadores (um japonês e dois americanos) criaram uma ferramenta que permite melhorar a observação dos tecidos vivos.
Nos laboratórios de todo o mundo, a GFP é utilizada para seguir processos biológicos complexos, anteriormente invisíveis, tais como o desenvolvimento de tumores ou o funcionamento de células nervosas, entre outros tecidos." (Ver mais no DN Online)

Imagens do manual do 8º que muitos alunos ainda não têm

Dado que muitos dos meus alunos do 8º ainda não têm o manual a que têm direito, aqui ficam algumas imagens do mesmo. Clique nas imagens para ampliar.

7 de outubro de 2008

O NOBEL DA FÍSICA DE 2008

Nobel para pioneiros da Física subatómica
"O Prémio Nobel da Física foi hoje atribuído Yoichiro Nambu, de origem japonesa mas com cidadania americana, e aos japoneses Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa. Yoichiro Nambu foi distinguido com o prémio pela descoberta do mecanismo da rotura espontânea da simetria na área da Física subatómica. Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa foram distinguidos "pela descoberta da origem da rotura da simetria, que prediz a existência de pelo menos três famílias de 'quarks' na Natureza"." (Ver mais no Público)
Na ligação seguinte pode encontrar um texto do físico português Carlos Fiolhais sobre a atribuição do Prémio Nobel da Física de 2008. De Rerum Natura: O NOBEL DA FÍSICA DE 2008

4 de outubro de 2008

Exemplos de reacções químicas

Os vídeos que se seguem mostram algumas reacções químicas.
1) Reacção entre nitrato de prata e o hidróxido de sódio com a formação de nitrato de sódio e um precipitado de hidróxido de prata.


2) Reacção entre hidróxido de sódio e o cloreto de cobalto (II)



3) Mais reacções de precipitação



4) Reacção entre o sódio e o cloro (gás amarelo no interior do balão)



5) Reacção entre os metais alcalinos e a água


6) Decomposição do dicromato de amónio (VI) por acção do calor
Os produtos são vapor de água, azoto gasoso e o resíduo verde produzido é o óxido de crómio (III). Por algum motivo, esta também é conhecida como a experiência do vulcão.



7) Reacção oscilante de Briggs-Rauscher
As reacções envolvidas nesta experiência são algo complexas mas o efeito é extraordinário.



8) Síntese do nylon
Reparem bem nos símbolos de segurança


9) Redução do azul de metileno pela glucose



Questões: (a lista irá crescendo) Responde escrevendo um comentário.

Não serão publicadas respostas sem identificação.

(1) Escreve a equação de palavras para as reacções nº1 e 6.
(2) O resultado da reacção nº4 faz parte da nossa dieta. Qual o seu nome?
(3) Identifica os símbolos de segurança que surgem nos rótulos dos reagentes da experiência nº 8
(4) Para cada uma das reacções diz quais as pistas presentes que te permitem concluir que estás na presença de uma reacção química.
Bom trabalho!

1 de outubro de 2008

A Física e o Atletismo

Apliquemos agora um pouco de física ao atletismo.

Nos Jogos Olímpicos de Pequim tiveram lugar inúmeras proezas atléticas extraordinárias. Duas foram protagonizadas pelo espantoso atleta jamaicano Usain Bolt que bateu o seu próprio recorde mundial dos 100 m com o tempo de 9,69 s e superou, ao realizar 19,30 s, o recorde mundial dos 200 m, que pertencia ao atleta dos estados unidos Michael Johnson desde 1996.


Mais recentemente, no dia 28 de Setembro, aconteceu também um marco histórico no desporto. Pela primeira vez a maratona foi corrida em menos de 2h04min. Segue-se o artigo do Público desse mesmo dia:

O etíope Haile Gebreselassie bateu o recorde do mundo da Maratona, hoje em Berlim, ao conseguir um tempo de 2h03:59s, tornando-se no primeiro homem do mundo a percorrer a distância em menos de 2h04min.
O atleta, que conseguiu o 26º recorde do mundo da sua carreira, detinha já a melhor marca mundial nos 42,195 quilómetros, que bateu no ano passado na capital alemã, em 2h04:26s, quando retirou o recorde do mundo ao seu rival, o queniano Paul Tergat.
"Hoje foi tudo perfeito", exclamou o maratonista de 35 anos, à sua chegada à Porta de Brandebourg. "O tempo estava perfeito, a corrida foi perfeita e o público estava perfeito". "Parecia que estava a correr dentro de um estádio", acrescentou mais tarde, em conferência de imprensa.
James Kwambai ficou sem segundo lugar, com 2h05:36, e Charles Kamathi em terceiro, com 2h07:48. Irina Mikitenko, da Alemanha, venceu a prova feminina, com um tempo de 2h19:19.

Questões: Responde escrevendo um comentário.
Não serão publicadas respostas sem identificação.
No caderno: Indique sempre os cálculos realizados, com as expressões utilizadas e, quando tal for útil, explicite os seus raciocínios através de desenhos. Quando outras unidades não forem pedidas, apresente sempre os resultados no SI.
Nos comentários: Apresente o resultado de forma mais simplificada, mas suficientemente completa para ser possível perceber o que foi feito.

1) Em que prova Usain Bolt correu com uma rapidez média superior?
2) Se tivesse corrido os 100 m com a rapidez média dos 200 m, com que tempo teria terminado os 100 m?

3) Na figura está apresentado uma representação à escala de uma pista de atletismo oficial. Nela estão representadas com a cor da bandeira jamaicana as posições de Bolt no início dos 100 m, 200 m e no final destas provas.
3.1) Qual o valor da distância percorrida em cada uma das provas?
3.2) Qual o valor do deslocamento na prova dos 100 m?
3.3) Qual o valor do deslocamento na prova dos 200 m? Explique como fez.
3.4) Represente na figura cada um dos deslocamentos referidos anteriormente.
3.5) Qual o valor da velocidade média em cada uma das provas?

4) Calcula a rapidez média com que Haile Gebreselassie realizou a maratona. Apresente os resultados em SI e também em km/h.
5) Se fosse humanamente possível realizar a prova da maratona com a mesma rapidez média com que foi realizada a prova dos 200 m, qual o tempo que demoraria? (Talvez um cyborg o consiga no futuro)
6) Nas condições da pergunta anterior, qual a distância de avanço com que terminaria o cyborg relativamente ao Haile Gebreselassie?
7) Olhando para a figura do mapa do percurso da maratona, explica por que motivo o valor da velocidade média é inferior ao da rapidez média e refere em que situações estes valores seriam iguais.
8) Representa o deslocamento na figura.
9) Qual é, aproximadamente, o valor do deslocamento?
10) Calcula a velocidade média com que Haile Gebreselassie realizou a maratona. Apresente os resultados em SI e também em km/h. Compara com o valor da rapidez média calculado anteriormente.
11) Com os dados apresentados na tabela, constrói em papel milimétrico o gráfico posição-tempo da prova de Haile Gebreselassie. Pensa bem que escala vais utilizar para cada um dos eixos. Considera que a rapidez foi constante em cada um dos intervalos.
12) Através da observação do gráfico que traçaste na questão anterior, justifica qual o intervalo em que o atleta foi mais rápido?

Bom trabalho!

Feed Assine o Feed ou receba os artigos por email.

Estão atentos a este blogue....